#Tendências: Pulseiras de camelô

O site da Vogue francesa apontou em julho a tendência dos bracelets brésiliens, aquelas pulseiras de pano ou mesmo miçanga, que na verdade se encontra em toda a América Latina (dá-lhe Peru) – ou no camelô mais próximo de você. A atração sobre essas peças é fácil de explicar: corajosamente multicoloridas, elas ainda têm grafismos e textura artesanal que dão a dose exata de etnia a um look de verão. As jet-setters em férias no calor do hemisfério norte logo tiraram proveito da moda, fácil-fácil de adotar (por que você não tenta, tipo, já?).

O braço de Donata Meirelles, acima à esquerda e outros exemplos colhidos em instagrams fashionistas
A versão 2.0 dessa tendência é resultado da criatividade de designers como Aurélie Bidermann, que entrelaça às pulseirinhas correntes de ouro. Miçangas coloridas aplicadas sobre bases rígidas são a nova aposta do verão 2013 de Raphael Falci. Numa leitura mais urbana, cordas e fitas de gorgurão são entrelaçadas nas peças de Claudia Savelli, que criou modelos aplaudidos na passarela de Andrea Marques. Por aqui, a diretora de estilo da Vogue Brasil, Donata Meirelles, já exibe suas pulseirinhas de camelô (compradas no Arpoador, no Rio de Janeiro), devidamente misturadas a pulseiras de metal ou pedraria, mais chiques – o jeito certo de usar, anote. (ANTONIA PETTA)
Previous
Next Post »
0 Komentar